Treinamento & Área para iniciante

A lógica

No mergulho, tudo é criado por uma lógica.
Cada equipamento, treinamento e procedimento é baseado em um raciocínio lógico.
Então, procure entender - não decore.
Veja um exemplo.
Porque não posso colocar a máscara na testa quando estou boiando na superfície?
É porque já teve casos onde a onda levou a máscara embora.
Viu?
Tem uma lógica nesse procedimento.
 

Como descubro o peso do meu lastro ideal

Esteja totalmente equipado, boiando na superfície e o colete quase vazio.
Ao expirar totalmente o seu pulmão e com isso você começa a afundar lentamente, então você está com o lastro ideal.

 

Como montar o regulador no cilindro.

Já vi muitos mergulhadores confundirem a montagem.
Eis uma dica: siga o fluxo do ar.
O ar sai do cilindro, passa por 1º estágio e depois vai para 2º estágio.
Então, monte o cilindro duma forma que o ar possa seguir seu caminho.

 

Flutuabilidade

Flutuabilidade é seu estado em relação à água.
Se você não consegue afundar, é porque você está positivo.
Se você está afundando, você está negativo.
Se você consegue se manter à meia água, você está neutro.

 

Qual  é a flutuabilidade ideal?

Superfície: positiva
Durante o mergulho: neutro

 

O que é Mergulho Técnico

Mergulho Técnico é quando tem um teto.
Teto físico pode ser naufrágio ou caverna.
Teto virtual pode ser a descompressão.

 

Porque praticar Mergulho Técnico?

Ir além do limite de Mergulho Recreativo.

 

Visualizando a força da pressão

"Eu calibro o pneu do meu carro com 30".
Esse "30" é a pressão em PSI.
30 PSI equivale 2 BARs (ou ATMs).
Quatro pneus de 2 BARs cada sustentam um carro.
Imagine a força da pressão de cilindro com 200 BARs

 

Visualizando a força de 1 BAR (ou 1 ATM)

A força de 1 BAR equivale aproximadamente 1 kg sobre 1 cm2
Se você está a 40 m de profundidade, então está recebendo 5 ATMs (5 BARs) de pressão.
Se a ponta do seu dedo indicador tem aprox. 1 cm2, coloque 5 kgs de peso nessa área.
Sentiu o drama?

 

Forma adequada de calcular a pressão absoluta.

Mesmo que seja “bobo”, sempre tente seguir o seguinte procedimento para calcular a pressão absoluta.
Veja o exemplo.
                Mergulhador a 40m de profundidade
                A pressão do ar fora d’água é de 1 ATM (coluna do ar)
                A pressão dentro da água é de 4 ATMs (40 metros de profundidade)
                Somando os dois, tem 5 ATMs de Pressão Absoluta.
                Sempre calcule separado e depois some.
O motivo é simples.
Quando profundidades “quebrados” como 23 metros aparece, esse procedimento ajuda a calcular.
Veja o exemplo.
                Mergulhador a 23m de profundidade
                A pressão do ar fora d’água é de 1 ATM (coluna do ar)
                A pressão dentro da água é de 2,3 ATMs (23 metros de profundidade)
                Somando os dois, tem 3,3 ATMs de Pressão Absoluta.

               

Acúmulo de Nitrogênio no corpo

Acontece algo parecido com a água com gás.
Não vemos gás dissolvido na água, mas quando abrimos a tampa o gás começa a sair da água.
Durante o mergulho, o nitrogênio acumula no nosso corpo.
Quando sai do mergulho, esse nitrogênio acumulado começa a sair do corpo.
Quanto mais fundo, quanto mais tempo, mais nitrogênio é acumulado.

 

Tabela de acúmulo de Nitrogênio

Você ainda lembra como se usa a tabela de mergulho?
Não se preocupe, a maioria não se lembra.
Esquecemos porque decoramos. Agora é a hora de entender.

 

Os cientistas que estudaram o acúmulo de N2 (nitrogênio) no mergulho, criaram uma tabela com diferentes categorias.
Cada categoria foi batizado por uma letra do alfabeto.
Categoria [A] é quem tem menor acúmulo de N2 no corpo.
A categoria [Z] é quem tem maior acúmulo de N2 no corpo.
Um mergulhador que sai da água com a categoria [K], por exemplo, depois de um bom tempo na superfície vai mudando de categoria, para menor (talvez letra [F], [E], [D] e etc.)

 

Situação

Mergulhador Pedro e Carlos foram para 30 metros de profundidade.
Pedro saiu depois de 10 minutos de mergulho.
Carlos saiu depois de 25 minutos de mergulho.
Obviamente o Carlos tem mais nitrogênio acumulado no corpo (ficou 15 minutos a mais que o Pedro)
Se o Carlos está na categoria [K], provavelmente o Pedro está na categoria menor – vamos supor [D].
                Carlos saiu da água na [K]
                Pedro saiu da água na [D]
Depois de uma hora de superfície, os dois mudaram de categoria:
                Carlos após intervalor de superfície: [F]
                Pedro após intervalor de superfície: [B]
Eles vão voltar para água no segundo mergulho e ficarão na mesma profundidade.
Intuitivamente sabemos que o tempo máximo que Pedro pode ficar na água é maior que o tempo do Carlos.
Basta consultar esse tempo máximo na tabela.

 

Na tabela vc poderá ver as categorias, nova categoria após intervalor de superfície e o máximo de tempo e profundidade que pode ir conforme cada categoria.

 

O ar que respiramos

É composta praticamente por 20% de Oxigênio e 80% de Nitrogênio

 

Gás Nitrox

É um gás onde tem mais oxigênio do que o ar normal.
Aumentando a quantidade de O2, diminui N2 no gás.
Assim, acumulamos menos N2 no mergulho e consequentemente podemos aumentar o tempo de fundo.

 

Nitrox mais comum

32 e 36
32 tem 32% de O2
36 tem 36% de O2

 

Limite de profundidade para quem usa Nitrox

Nitrox é bacana pq aumenta o tempo de fundo, mas limita a profundidade.
Porque o oxigênio pode se tornar tóxico acima de 1,6 ATM.

 

Composição de caso em decimais
Para fácil visualização, usa-se decimais.
No caso do ar regular
                1 ATM = 0,2 ATM de O2 + 0,8 ATM de N2
Nitrox 32
                1 ATM = 0,32 ATM de O2 + 0,68 ATM de N2
Nitrox 36
                1 ATM = 0,36 ATM de O2 + 0,64 ATM de N2
Exemplo de situação
                Usar Nitrox 36 a 30 metros de profundidade
                Pressão parcial de O2 no Nitrox = 0,36
                Pressão parcial de N2 no Nitrox = 0,64
                Pressão absoluta a 30 metros de profundidade = 4 ATM
                Pressão de O2 a 30 metros de profundidade = 1,44 ATM
                Pressão de N2 a 30 metros de profundidade = 2,56 ATM
                O2 está com 1,44 ATM, então tornou-se tóxico
                Conclusão: não deve realizar esse mergulho

 

Sintomas de intoxicações por O2

Convulsão.
Convulsão em si não mata. Mas, na convulsão o mergulhador poderá se afogar.

 

O que é Trimix?

Uma mistura de três gases: Oxigênio, Nitrogênio e Hélio.

 

Porque usar Trimix?

Diminuir oxigênio e nitrogênio da mistura.
Oxigênio limita profundidade no mergulho e pode causar narcose.
Nitrogênio aumenta descompressão e causa narcose.

 

Como funciona na prática?

Injetando gás Hélio na mistura, diminui O2 e N2.
Sendo assim, criarmos uma profundidade equivalente com a mistura de O2 e N2.

 

Exemplo de situação

                O2: 10%
                N2: 40%
                H2: 50%
                Profundidade real: 90 metros
                Pressão absoluta: 10 ATM
                Pressão de O2 aos 90 metros: 1 ATM
                Pressão de N2 aos 90 metros: 4 ATM
                Pressão de H2 aos 90 metros: 5 ATM
                Somando O2 e N2, temos 5 ATM
                Se fosse um ar regular, em qual profundidade teríamos 5 ATM absoluto?
                Sim, aos 40 metros de profundidade
                Resumindo o exemplo
                               » usando Trimix de H2 50% aos 90 metros de profundidade
                               » é equivalente usar ar regular aos 40 metros de profundidade
 

Dizer números com sinais

Um, um dedo levantado
Dois, dois dedos levantados
Três, três dedos levantados
Quatro, quatro dedos levantados
Cinco, cinco dedos levantados
Seis, um dedo deitado
Sete, dois dedos deitados
Oito, três dedos deitados
Nove, quatro dedos deitados

 

 

 

Dor de cabeça no mergulho

Pode ser acúmulo de gás carbônico

 

Fluxo de ar no segundo estágio

Vamos supor que inspiramos 1 litro de ar a cada respiração (normalmente é 0,5 litro) na superfície.
1 litro é o volume que nos “satisfaz”.
Aos 40 metros de profundidade, com a pressão absoluta de 5 ATM, o volume do ar fica 5 vezes menor.
Para “satisfazer” inspiração, o 2º estágio do regulador precisa nos dar 5 litros de ar rapidamente.
E assim, podemos ver quanto é importante ter um regulador bom.

 

Cor na água

Na água as cores somem.
Seu sangue fica verde.
 

Som na água

O som se propaga mais rápido na água.
Por isso na água, você não consegue identificar a direção do som de onde ele vem.

 

Temperatura na água

A temperatura do nosso corpo é aprox. 36,5 graus.
Água do mar, mais quente que seja, não chega a 36,5 graus.
Sendo assim, sempre vamos perder o calor no mergulho.

 

Tímpano e equalização

Considere o tímpano como uma película.
Toda vez que essa película sofre uma pressão, sentimos a dor.
Outra característica é a flexibilidade que ganha ao longo do tempo exercitando.
Quanto mais movimentamos o tímpano, mais fácil fica a equalização.

 

Mergulho na caverna

Caverna é um ambiente que tem teto, então, é Mergulho Técnico.
Para mergulhar numa caverna, você precisa de treinamento específico.
Não há luz na caverna, então o mergulhador deve levar pelo menos três lanternas.
Precisa de cabo guia para se orientar dentro da caverna.
Só perigo e dificuldade? Claro que não.
Mergulhar na caverna é divertidíssimo. Procure um instrutor ideal para você.

 

Mergulhar dentro de naufrágio

É um ambiente com teto, então, é Mergulho Técnico.
Dentro de um naufrágio, usa-se as mesmas técnicas de caverna.
Só que a estrutura de um naufrágio teoricamente é mais frágil, então, precisa aprender sobre o naufrágio.
Procure um instrutor ideal para você.
 

Limites de O2

Abaixo de 0,6 ATM (risco de hipóxia) ou acima de 1,6 ATM (risco de intoxicação por oxigênio).

 

Modalidades de mergulho

Back Mount: cilindro nas costas
Side Mount: cilindro no lado
No Mount: cilindro desconectado do corpo
Exploração: entrar num ambiente nunca explorado por ser humano

 

Alguns relatos interessantes

 

Um mergulhador muito experiente pulou na água equipado.
Mas, esqueceu de conectar a mangueira de inflagem no colete.
Começou a afundar rapidamente causando um grande desespero.

 

Um mergulhador bastante experiente usando roupa seca foi mergulhar, mas esqueceu de conectar a mangueira de baixa pressão na roupa.
Ele afundou rápido.
A roupa começou a apertar demais a ponto de não permitir o movimento.

 

O mergulhador experiente já realizou o mesmo perfil de mergulho mais de 100 vezes.
Mesmo local, mesma condição climática, mesmos equipamentos e etc.
Mas, um dia teve DD.
A única coisa diferente foi a festa de aniversário que ele foi no dia anterior. Dormiu pouco, bebeu cervejas.